Nascida em Zanzibar como Zuhura Othman Soud, Zuchu é mais conhecida pelo mundo da música através do seu nome artístico. Ela vem de uma família de herança musical swahili-zanzibari e é filha da renomada cantora de Taarab Zanzibari, Khadija Kopa. Seu pai, Othman Soud, também tem suas raízes fincadas na música; ele foi um compositor para Khadija Kopa e a banda TOT, antes de seguir carreira como policial.

Início da Carreira

Desde tenra idade, Zuchu mostrou interesse pela música. Fez sua primeira aparição pública como cantora em 2015, no evento TECNO OWN THE STAGE em Lagos, Nigéria. Em 2016, seu talento capturou a atenção de Diamond Platnumz durante uma audição que só foi possível graças à intermediação de sua mãe, Khadija. Impressionado pela sua atuação emocional na música “Wana,” que mais tarde se tornaria sua canção de estreia, Platnumz a acolheu na família Wasafi.

Ascensão ao Estrelato

Zuchu assinou contrato com a gravadora WCB Wasafi e lançou seu álbum de estreia EP, “I Am Zuchu”, em 2020. O álbum contou com um total de 7 canções, incluindo uma colaboração com sua mãe no título “Mauzauza”.

No mesmo ano, ela foi premiada com o botão de placa de prata do YouTube por atingir 100.000 inscritos em apenas uma semana, tornando-se a primeira artista feminina da África Oriental a atingir esse marco num espaço de tempo tão curto. AFRIMMA a nomeou como a vencedora do Emerging Artist Award.

Conquistas Recentes

No ano de 2022, ela se tornou a artista feminina mais inscrita no Subsaariano Africano no YouTube e foi a primeira artista feminina na África Oriental a atingir 100 milhões de streams no Boomplay. O ano de 2023 trouxe ainda mais vitórias: ela ganhou cinco prêmios no prestigiado evento Tanzania Music Awards e foi nomeada em cinco categorias no Soundcity MVP Awards, onde também se apresentou.

CONHEÇA TAMBÉM:  Nahreel

Além disso, em abril do mesmo ano, lançou seu novo single aclamado pela crítica, “Utaniua”, e em março, lançou seu primeiro videoclipe oficial de 2023 para o novo single “Napambana”.

Impacto e Legado

Em junho de 2023, Zuchu alcançou um marco monumental, ultrapassando 500 milhões de visualizações no YouTube, tornando-se a primeira artista feminina na África Oriental e a quinta na África a alcançar esse marco.

Com uma carreira que combina talento, trabalho árduo e uma herança musical rica, Zuchu é mais que uma cantora; ela é um fenômeno cultural.

Discografia

  • 2020: “I Am Zuchu” (EP)

Com sua ascendente trajetória e impacto tanto na Tanzânia como no panorama musical africano, Zuchu é, sem dúvida, uma estrela em contínua ascensão.

Corrigir / Atualizar ou Adicionar Informações

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui