Djodje

Djodje

Fernando Jorge, mais conhecido pelo nome artísitco Djodje nasceu em 15 de janeiro de 1989, na vibrante capital cabo-verdiana da Praia. Crescer em uma família de músicos definiu o tom de sua carreira desde cedo; seu pai era guitarrista do famoso conjunto de folk cabo-verdiano Os Tubarões. Inspirado pelo ambiente em que foi criado e pelos exemplos familiares, Djodje abraçou a música como sua verdadeira vocação.

Primeiros Passos e Formação de TC

Aos 10 anos de idade, ele formou a boy band TC, juntamente com seu irmão, primo e dois amigos. Em 2001, a banda alcançou um sucesso modesto com a música “Volta,” que se tornou um verdadeiro hino, sendo eleita a “música do ano” em Cabo Verde e conquistando sucesso em Portugal e nos países PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa). Ainda com 11 anos, venceu um concurso de pequenos cantores em sua cidade natal, pavimentando o caminho para futuras realizações.

Ascensão ao Estrelato

Em 2006, Djodje emergiu em carreira solo com o álbum “Sempre TC,” uma homenagem ao grupo que lhe deu o primeiro palco. O álbum contou com a colaboração de artistas renomados, como Don Kikas e Heavy H, e conquistou elogios da crítica especializada.

No entanto, foi com o álbum “Check-In” em 2010 que Djodje conquistou fama internacional. O projeto incluiu sucessos como “Close Your Eyes,” “Proibido,” e “Na Nha Sonho,” que alavancaram sua notoriedade além das fronteiras de Cabo Verde.

Empreendedorismo e Inovação

Em 2009, ao lado de seu irmão Peps e do primo Ricky Boy, Djodje fundou a editora musical Broda Music. Este selo foi responsável por lançar o álbum de Ricky Boy, que foi considerado por muitos como o melhor álbum de kizomba de 2009.

CONHEÇA TAMBÉM:  Anderson Mário

Afirmação e Legado

Em 2013, seu álbum “Feedback” marcou uma evolução sonora, com a participação de produtores externos renomados. Seu álbum mais recente, “Newborn” (2019), conta com colaborações de artistas como Jimmy P, Cuca Roseta, Mito Kaskas, Loreta e Elji Beatzkilla, solidificando seu status como um dos artistas mais relevantes da cena musical lusófona.

Djodje continua a inovar e a emocionar seus fãs com singles como “Bela” (2020), “You,” “Baila,” “Magia,” e seu lançamento mais recente, “Sima Nkre,” em colaboração com Deejay Telio e Julinho Ksd.

O Conexão com as Raízes

É notável que Djodje sempre encontra tempo para voltar à sua terra natal, Cabo Verde, onde busca inspiração nas suas raízes e tradições. Seu mais recente álbum serve como um canal para ele se conectar com seu país natal, expressando gratidão e reconhecimento por duas décadas de carreira.

“Mininu di Oru”

Carinhosamente apelidado de “Mininu di Oru” pelos cabo-verdianos, Djodje simboliza os sonhos e aspirações de toda uma geração. Sua trajetória, desde os primeiros acordes no seio de uma família musical até o estrelato internacional, serve como um testemunho de dedicação, talento e amor pela música.

A combinação única de Afropop e Kizomba, junto com sua voz forte e melodiosa, faz de Djodje um dos astros mais proeminentes da cena musical lusófona. Seu legado continua a ser escrito, mas uma coisa é certa: Djodje é e continuará a ser uma estrela em ascensão no firmamento musical global.