Daniel Owino Misiani

Daniel Owino Misiani

Daniel Owino Misiani nasceu em 22 de fevereiro de 1940, na aldeia de Nyamagongo, região de Mara, Tanzânia, muito perto do Lago Vitória e da fronteira com o Quênia. Seus pais, ambos cantores, se opunham à sua escolha pela música por razões religiosas. Apesar disso, Misiani mudou-se para o Quênia na década de 1960 para seguir sua paixão musical.

Trajetória Musical

Misiani começou sua carreira gravando com o grupo Victoria Boys em 1965. Ao longo dos anos, a banda passou por várias mudanças de nome antes de se tornar conhecida como Shirati Jazz. Misiani cantava principalmente em duas línguas: Dholuo e Swahili. Tornou-se um contribuidor pioneiro do gênero Benga, o qual ajudou a popularizar, e por isso foi reconhecido como “o avô do benga”.

Durante sua carreira, lançou numerosas gravações, inclusive para o público internacional. Entretanto, não era estranho à controvérsia: foi preso várias vezes devido a letras de músicas que foram vistas como críticas políticas.

Família e Vida Pessoal

Misiani era polígamo e tinha duas esposas, Felista e Beatrice, com as quais teve 14 filhos. Um de seus filhos, Robert Misiani, seguiu seus passos na música, mas no gênero hip hop, utilizando o nome artístico Gun B. Robert ficou conhecido pelo hit “Nampenda”, em colaboração com Pilipili, antes de falecer em 20 de outubro de 2007, devido a uma doença.

Morte e Legado

Daniel Owino Misiani faleceu em um trágico acidente de trânsito em 17 de maio de 2006, aos 66 anos, em um ponto conhecido por acidentes em Kisumu, na estrada para Kakamega, durante uma colisão entre uma van de transporte público e um minibus, que também deixou muitos feridos. Até a data de sua morte, ele continuava ativo como músico.

CONHEÇA TAMBÉM:  Zuchu

Após o seu falecimento, a liderança de sua banda Shirati Jazz foi assumida por sua esposa e membro de longa data da banda, Queen Babito (Beatrice Atieno Owino).

Discografia

Misiani deixou um legado musical que continua a influenciar artistas até hoje. Como artista contribuinte, seu trabalho pode ser apreciado na compilação “The Rough Guide to the Music of Kenya and Tanzania”, lançada em 1996 pela World Music Network, que destaca o talento e a influência de Misiani no cenário musical africano.