Cindy Le Coeur

Cindy Le Coeur

Candy Nkunku, artisticamente conhecida como Cindy Le Coeur, nasceu em 11 de novembro de 1983 em Kinshasa, na República Democrática do Congo. Crescendo em um ambiente familiar com mais três irmãos, Cindy foi envolvida pela música desde cedo. Influenciada por ícones da música internacional como Celine Dion, Whitney Houston, Mariah Carey, Britney Spears e M’bilia Bel, ela foi encorajada pelos pais a seguir carreira na música, o que a levou a estudar no Instituto Nacional de Artes (INA) de Kinshasa.

Formação Musical e Primeiros Passos

Depois de concluir sua formação no INA, Cindy começou sua jornada musical nos anos 2000 como cantora de música gospel. Ela trabalhou como corista para artistas renomados, incluindo o cantor cristão Kool Matope e Frère Carlyto, solidificando suas habilidades vocais e presença no cenário musical congolês.

Ativismo e Mudança de Direção Musical

Cindy foi uma das membros fundadoras do grupo Waasa em 2002, participando de eventos como a Semana Africana na Bélgica, onde se engajou em causas sociais como a luta contra o abandono infantil. Em 2007, ela fez a transição do gospel para a música secular ao se juntar à banda Quartier Latin International, liderada por Koffi Olomidé, como diretora artística e contribuindo na produção de cinco álbuns, incluindo “Bord Ezanga Kombo”.

Encontro com Koffi Olomidé e Sucesso

Foi no estúdio N’diaye em Gombe, Kinshasa, que Cindy encontrou Koffi Olomidé, que estava em busca de uma voz feminina para a música “Lily Kaniki”. Após o encontro, Cindy foi apelidada por Koffi de “Cindy Le Coeur” e colaborou na música, dando início a uma parceria de sucesso e performances conjuntas que lembravam a dupla Tabu Ley Rochereau e M’bilia Bel.

CONHEÇA TAMBÉM:  Ndala Kasheba

Reconhecimento e Prêmios

Em 2009, Cindy foi reconhecida como a Melhor Artista Feminina na República Democrática do Congo e, no mesmo ano, recebeu o prêmio Best of Generation no Zénith de Paris. Como protegida de Koffi, Cindy colaborou com muitos músicos, incluindo Fally Ipupa e Werrason, e em 2011, participou com Fally Ipupa no single “OLe Sida est là”.

Carreira Solo e Prêmios

Cindy lançou seu primeiro single em 6 de junho de 2013, com seis faixas, destacando-se com a peça “Ikea”. Essa música lhe rendeu o prêmio Kora de “Melhor Artista Feminina da África Central” em junho de 2014. Em outubro de 2014, ela realizou um concerto em que prestou homenagem às suas ídolas Celine Dion e Whitney Houston, interpretando suas canções.

Lançamentos Recentes

Em 2019, Cindy lançou o single “Égérie”, continuando sua influente carreira musical e reafirmando seu lugar no cenário artístico congolês e africano.

Cindy Le Coeur, com sua voz soprano e presença dinâmica no palco, se estabeleceu não apenas como uma peça central da banda Quartier Latin International, mas também como uma artista solo influente, inspirando a próxima geração de músicos no Congo e em toda a África.