Nascida em 8 de dezembro de 1982 como Chrisette Michele Payne, a cantora é natural de Central Islip, Nova York, e cresceu em Patchogue. Filha de um sociólogo e de uma psicóloga, Chrisette demonstrou seu amor pela música desde cedo, liderando corais de gospel durante o ensino médio. Ela frequentou a Five Towns College em Dix Hills, Nova York, onde se formou em performance vocal. Chrisette é prima do cantor de soul Raheem DeVaughn.

Carreira Musical

Chrisette Michele é uma artista de R&B e soul reconhecida por sua voz única e talento inegável. Ela ganhou notoriedade em 2009 ao ganhar um Grammy Award na categoria de Melhor Performance Urbana/Alternativa com sua canção “Be OK”, que contou com a participação de will.i.am. Anteriormente, ela foi contratada por grandes gravadoras como Motown Records, Capitol Records e Caroline Distribution. No entanto, em 2017, decidiu seguir de forma independente e lançou música através de sua própria gravadora, Rich Hipster.

Discografia e Turnês

Ao longo de sua carreira, Chrisette lançou vários álbuns de estúdio, incluindo “I Am” (2007), “Epiphany” (2009), “Let Freedom Reign” (2010), “Better” (2013) e “Out of Control” (2018). Além disso, participou de diversas turnês, algumas como atração principal, como “The Art of Love Tour” (com Raheem DeVaughn) em 2008 e “The Milestone Tour” em 2016, e outras como ato de abertura para artistas como Keyshia Cole e Mary J. Blige.

Controvérsias

Em 2017, Chrisette enfrentou grande polêmica ao aceitar performar na inauguração do então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A decisão foi seguida de uma avalanche de críticas nas redes sociais, levando a cantora a publicar uma carta aberta no Twitter para explicar sua posição. A repercussão negativa também afetou sua carreira, com o diretor Spike Lee removendo uma de suas músicas da série da Netflix “She’s Gotta Have It”. Como resposta, ela lançou um álbum de poesia intitulado “No Political Genius”.

CONHEÇA TAMBÉM:  Don Toliver

Vida Pessoal e Reconhecimentos

Recentemente, em 19 de setembro de 2023, Chrisette foi empossada como membro honorário da irmandade Zeta Phi Beta Sorority, Inc. No âmbito de prêmios e nomeações, ela acumula diversas indicações, incluindo para o Grammy, BET Awards, Soul Train Awards e NAACP Image Awards, tendo vencido o Grammy em 2009 e um prêmio da Centric Music no mesmo ano.

Com sua carreira marcada tanto por triunfos quanto por controvérsias, Chrisette Michele continua sendo uma das vozes mais relevantes e influentes no cenário do R&B e da soul music.

Corrigir / Atualizar ou Adicionar Informações