Chayanne

Chayanne

Elmer Figueroa Arce, conhecido artisticamente como Chayanne, nasceu em 28 de junho de 1968, em Río Piedras, Porto Rico. Cresceu em San Lorenzo, Porto Rico, filho de Quintino Figueroa, gerente de vendas, e Irma Luz Arce, professora. Ele é o terceiro de cinco irmãos. O apelido “Chayanne” foi dado por sua mãe, inspirado na série americana dos anos 1950, Cheyenne.

Carreira com Los Chicos

Artigo principal: Los Chicos Chayanne iniciou sua carreira musical na banda Los Chicos após ser rejeitado pelo grupo Menudo por ser muito jovem. Com Los Chicos, alcançou sucesso com hits como “Puerto Rico Son Los Chicos” e “Ave Maria”.

Carreira Solo

Depois da separação dos Los Chicos em 1984, Chayanne começou sua carreira solo, assinando com a RCA Víctor. Lançou seu primeiro álbum, “Chayanne es mi Nombre”, seguido por “Sangre Latina”. Em 1987, mudou para a Sony Music e lançou o álbum auto-intitulado “Chayanne”, com sucessos como “Peligro de Amor” e “Fiesta en América”. Em 1988, lançou outro álbum também chamado “Chayanne”, com singles de sucesso como “Tu Pirata Soy Yo” e “Este Ritmo Se Baila Así”.

Chayanne consolidou sua carreira com vários álbuns de sucesso, incluindo “Tiempo de Vals” (1990) e “Provócame” (1992), com hits como “El Centro de mi Corazón”. O álbum “Influencias” (1994) foi uma homenagem às suas influências musicais, seguido por “Volver a Nacer” (1996).

Em 1998, Chayanne lançou “Atado a Tu Amor”, que incluiu “Dejaria Todo”, e em 2000, “Simplemente” com “Candela” e “Yo Te Amo”. Seu álbum “Grandes Exitos” (2002) incluiu o hit “Y Tu Te Vas”. “Sincero” (2003) trouxe as músicas número um “Un Siglo Sin Ti” e “Cuidarte el Alma”.

CONHEÇA TAMBÉM:  Kany García

Outros Trabalhos e Atuação

Chayanne também é conhecido por seu trabalho como ator. Participou de novelas porto-riquenhas nos anos 80 e atuou em filmes como “Linda Sara” (1994) e “Dance with Me” (1998), ao lado de Vanessa L. Williams. Em 2008, protagonizou a série “Gabriel: Amor Inmortal”.

Discografia

Chayanne lançou diversos álbuns ao longo de sua carreira, contribuindo significativamente para a música pop latina. Seus álbuns incluem “Es mi nombre” (1984), “Sangre Latina” (1986), “Chayanne” (1987), “Chayanne II” (1988), “Tiempo de Vals” (1990), “Provócame” (1992), “Influencias” (1994), “Volver a Nacer” (1996), “Atado a Tu Amor” (1998), “Simplemente” (2000), “Grandes éxitos” (2002), “Sincero” (2003), “Desde Siempre” (2005), “Cautivo” (2005), “Mi tiempo” (2007), “Vivo” (2008), “No hay imposibles” (2010), “A Solas Con Chayanne” (2012), “En Todo Estaré” (2014) e “Bailemos Otra Vez” (2023).

Reconhecimento

Chayanne é um dos artistas de música latina mais vendidos, com mais de 15 milhões de discos vendidos em todo o mundo. Ele continua a ser um ícone no mundo da música latina, conhecido por sua voz cativante e presença carismática no palco.