Carola Kinasha

Carola Kinasha

Carola Daniel Amri Kinasha nasceu em 1962, em Longido, na Tanzânia, perto da fronteira com o Quênia. Em uma família com oito filhos, Carola foi cercada pela música desde cedo. Seu pai tocava acordeão, seus irmãos dominavam o piano, órgão e guitarra, e sua mãe cantava no coral da aldeia. A diversidade musical em sua casa era vasta, com seus irmãos trazendo diferentes gêneros musicais de suas viagens – desde a música country e gospel até a soul e clássica, assim como ritmos da Tanzânia e do Congo, além de música sul-africana.

Essa mistura rica em influências fomentou a paixão de Kinasha pela música e pelas tradições culturais da Tanzânia e além. Assim, ela foi construindo o alicerce para o que viria a ser uma carreira pioneira na fusão da música tradicional de seu país com estilos contemporâneos.

Fundação Musical e Fusão Tradicional

Kinasha começou sua jornada musical no final dos anos 1980 com sua banda Shada, buscando criar um som autenticamente tanzaniano. Em 1987, ela já havia colaborado com o músico tanzaniano Watafiti no projeto de cooperação Umoja, que mais tarde seria gravado em disco. O álbum “Maono”, que significa visões ou revelação em suaíli, é um exemplo da capacidade de Kinasha de cruzar fronteiras culturais com sua música, que combina elementos tradicionais e modernos.

Envolvimento Profissional

Reconhecida internacionalmente, Kinasha tem sido uma orientadora e mentora para jovens talentos, atuando também como educadora no palco. Ela é gerente de projeto na Music Mayday, trabalhando diretamente com o desenvolvimento e promoção de talentos musicais emergentes.

Ativismo e Educação Musical

Com um Bacharelado em Relações Internacionais pela Universidade de Dar es Salaam, Kinasha usa sua música como uma ferramenta de ativismo desde 1988. Ela luta incansavelmente pelos direitos básicos dos músicos na Tanzânia e tem se dedicado a campanhas para reintroduzir a educação musical nas escolas do país. Seu trabalho foi reconhecido em 2002, quando ela recebeu um prêmio dos MA Africa Awards na África do Sul.

CONHEÇA TAMBÉM:  Mimi Mars

Discografia

Com uma carreira que se estende desde 1988 até o presente, Kinasha lançou trabalhos influentes que celebram sua herança musical e empurram os limites do gênero.

Álbuns

  • 1988: Umoja – Afro-Fusion
  • 2007: Maono – Bongo-Fusion

Filmografia

Kinasha também fez sua marca no cinema, participando de um documentário que destaca sua arte e mensagem.

  • 2009: Mwamba Ngoma (como ela mesma) – Documentário.